Trivela

Copa do Mundo

O ex-presidente da Uefa e ex-jogador da seleção francesa, Michel Platini, deixou claro que para ele não deveria haver dúvidas sobre quem leva a Bola de Ouro em 2018. O prêmio, na opinião do ex-camisa 10 da França, deveria ir para o zagueiro Raphael Varane, do Real Madrid e titular da França campeã na Copa do Mundo da Rússia, em 2018.

LEIA TAMBÉM: Copa 2022 com 48 times? Fifa diz que ainda pode acontecer e conversa com Catar e vizinhos

“Varane é o único jogador que ganhou a Champions League e a Copa do Mundo neste ano”, avaliou Platini aos repórteres. “Raphael é um excelente jogador que teve um ano muito bom e eu não teria dúvidas da possibilidade de votar nele”, analisou ainda o ex-dirigente. “Tudo mais é uma opinião, e alguns podem dizer Griezmann, Mbappé, Giroud, Lloris, Modric… Mas o único jogador que ganhou os dois troféus mais importantes é Varane”, continuou o francês. “Isto é similar a 2006, quando Fabio Cannavaro, um defensor, ganhou a Bola de Ouro depois de ganhar a Copa do Mundo”.

Platini também foi perguntado sobre Mbappé, de 19 anos e já campeão do mundo. Se perguntou sobre as comparações com Pelé, também campeão do mundo ainda adolescente, só que dois anos mais cedo, aos 17. “Pelé ganhou três Copas. Se Mbappé ganhar três Copas, poderemos começar a compará-los. Eu não conheci de verdade Pelé, naquela época não se viam as partidas pela televisão. Há alguns anos se comparava Gourcouff com Zidane e aquilo foi um pouco de loucura. Já se verá. Desejamos que ele jogue e se julgará dentro de 10 anos”.

Platini foi presidente da Uefa de janeiro de 2007 a dezembro de 2015, quando acabou afastado por corrupção, em um processo que derrubou também o ex-presidente da Fifa, Joseph Blatter. Este último fez um pagamento ao primeiro por suposta consultoria, mas o pagamento foi considerado irregular. Desde então, Platini acabou banido pela própria Fifa de ocupar cargos no futebol e, mesmo recorrendo ao Tribunal Arbitral do Esporte, teve o pedido recusado.

Trivela

VOLTAR AO TOPO