Trivela

Espanha

Depois de ficar fora das duas primeiras listas de convocados de Luis Enrique, o técnico da Espanha cedeu à pressão de convocar Jordi Alba, lateral do Barcelona. Técnico e jogador tiveram alguns problemas quando trabalharam juntos no Barcelona, com Alba sendo colocado no banco na parte final da passagem do treinador. Agora, frente a uma cobrança justificada de público e crítica, Luis Enrique cedeu e convocou o jogador, que faz bom início de temporada.

LEIA TAMBÉM: No fim das contas, saída de Lopetegui da seleção espanhola foi ruim para todo mundo

“Não vou tomar decisões pelo clamor popular ou pelo que pensa fulano ou ciclano. Há de se ter coisas claras para a tomada de decisão e acredito que o melhor para a seleção é que volte agora. Não há um momento determinado”, afirmou Luis Enrique na coletiva de imprensa, nesta quinta-feira.

“Não mudou nada em relação às listas anteriores. Defendia que não havia problema com nenhum jogador e demonstrei isso. Nenhum dos que estão aqui conhece melhor Jordi que esta comissão técnica. Foi uma decisão profissional. Nada mais. Quando trazemos um jogador ou não há muitos fatores que influenciam no momento da forma, o estado da equipe, os companheiros… Tomamos as decisões sabendo que há muitos que não concordam, mas seguiremos fazendo da mesma maneira. Ele é o terceiro jogador e será um dos capitães. Não tenho que normalizar com Jordi Alba. Todos serão tratados da mesma maneira”, disse o treinador.

Entre os ausentes da lista estão Paco Alcácer, que foi muito bem na data Fifa anterior e vai bem no Borussia Dortmund, Thiago (com problemas físicos), Nacho, Albiol, Koke, Marcos Alonso e Bartra. Diego Costa, do Atlético de Madrid, também ficou fora da lista. Um que aparece é Diego Llorente, formado no Real Madrid e que atua pela Real Sociedad e faz boa temporada.

A convocação foi para o jogo contra a Croácia, no dia 15 de novembro, na última partida da primeira fase da Liga das Nações. Depois de ser derrotada pela Inglaterra em casa na última rodada, o time vai até Zagreb precisando vencer para garantir o primeiro lugar do grupo. O torneio final da Liga das Nações será disputado em junho de 2019. Se não vencer a Cróacia, será preciso esperar o duelo entre Inglaterra e Croácia, no dia 18 de novembro em Wembley, para saber qual será a sua posição.

Veja a lista de convocados:

Goleiros: David de Gea (Manchester United-ING), Kepa Arrizabalaga (Chelsea-ING) e Pau López (Betis);

Defensores: César Azpilicueta (Chelsea-ING), Sergio Ramos (Real Madrid), José Luis Gayà (Valencia), Jonny Otto (Wolverhampton-ING), Mario Hermoso (Espanyol), Diego Llorente (Real Sociedad), Íñigo Martínez (Athletic Club) e Jordi Alba (Barcelona);

Meio-campistas: Sergio Busquets e Sergi Roberto (Barcelona), Rodri e Saúl Ñíguez (Atlético de Madrid), Dani Ceballos, Isco e Marco Asensio (Real Madrid), Suso (Milan-ITA), Pablo Fornals (Villarreal) e Brais Méndez (Celta);

Atacantes: Álvaro Morata (Chelsea-ING), Iago Aspas (Celta) e Rodrigo Moreno (Valencia).

Trivela

VOLTAR AO TOPO