Trivela

Ásia/Oceania

Kazuyoshi Miura continuará jogando profissionalmente em 2019, aos 51 anos. O atacante lendário do futebol japonês assinou contrato por mais uma temporada com o Yokohama FC para a temporada 2019. Ex-jogador da seleção e que esteve na primeira temporada da J-League, quando tinha a companhia de Zico e Gary Lineker, o jogador segue atuando profissionalmente na segunda divisão japonesa.

LEIA TAMBÉM: A J-League completa 25 anos, e é uma boa hora de lembrar como era quando surgiu

Em 2018, Kazu fez 11 jogos ao todo, com 2016 minutos disputados. Ele é reserva, entra pouco e só jogou como titular na Copa do imperador. “Eu renovei o meu contrato para a temporada 2019”, disse o atacante ao site da J-League. “Obrigado a todos que sempre me apoiaram”.

Miura estava no Verdy Tokyo na temporada inaugural da J-League, em 1993. Foi a temporada que o time chegou ao título e, mais do que isso, o atacante foi nomeado o jogador mais valioso da liga (MVP). Será a 34º temporada como profissional do japonês. Em 2017, ele se tornou o jogador mais velho a marcar um gol em um jogo profissional, superando o recorde de Stanley Matthews.

Em 1993, Kazu Miura foi eleito o jogador asiático do ano e foi figura fundamental para a seleção japonesa. Marcou 14 gols nas Eliminatórias e ajudou o Japão a se classificar para a sua primeira Copa do Mundo, em 1998. Acabou deixado de fora da convocação final pelo técnico Takeshi Okada, algo que gerou muita controvérsia na época.

Com mais um ano de contrato, não sabemos quando Kazu Miura irá pendurar as chuteiras. O que sabemos é que ele tem o rótulo de lenda, independente de entrar pouco em campo aos 51 anos. É um jogador lendário e é impressionante que ainda consiga atuar profissionalmente, mesmo poucos minutos. Que ele siga sendo uma inspiração aos jovens, às crianças que sonham em ser jogadores de futebol – ou que sonham com o futebol, como torcedores, jogando suas peladas. Afinal, quem de nós não sonha com futebol?

Trivela

VOLTAR AO TOPO