Trivela

Serie A

A Juventus contou com o poder de decisão de Cristiano Ronaldo para vencer, com sobras, o Sassuolo fora de casa neste domingo por 3 a 0. O português participou dos três gols do time, em uma partida que começou melhor para o time verde e preto, mas que aos poucos os líderes do Campeonato Italiano conseguiram dominar.

LEIA TAMBÉM: Ronaldo: “A Inter está no meu coração e estará para sempre”

Ainda seus principais zagueiros, o técnico Massimiliano Allegri escalou Martín Cáceres, que voltou ao clube, e Daniele Rugani no centro da defesa. O argentino Paulo Dybala começou o jogo no banco de reservas. Quem atuou como titular foi Federico Bernardeschi, que teve a chance pelo lado direito do campo. Pela esquerda, quem jogou foi Blaise Matuidi.

O jogo começou complicado para a Juventus. O Sassuolo chegava com perigo no ataque e, em um passe errado, Filip Djuricic interceptou a bola, avançou e tentou driblar o goleiro Wojciech Szczesny saiu rasgando. O Sassuolo reclamou pênalti, mas não foi marcado pelo árbitro. Pouco depois, Manuel Locatelli chutou de fora da área e exigiu grande defesa de Szczesny.

Como o futebol por vezes é cruel, o que aconteceu foi que a Juventus foi quem conseguiu abrir o placar. Aos 22 minutos, em uma saída de bola errada do goleiro Andrea Consigli, a Juve recuperou a bola e Cristiano Ronaldo ficou com ela. Chutou fora da meia lua, o goleiro defendeu, mas no rebote Sami Khedira marcou: 1 a 0.

Já no segundo tempo, em um lançamento longo, o goleiro Szczesny saiu do gol para cortar, errou o chute e a bola sobrou para Domenico Berardi, mas o atacante chutou para fora, perdendo uma chance de igualar o placar. A Juventus também perdeu uma chance em seguida, em um cruzamento para a área que passou por todo mundo, inclusive por Sami Khedira, já na pequena área.

O segundo gol da Juventus veio em um escanteio, aos 24 minutos. Pjanic cobrou para a área e Cristiano Ronaldo se antecipou ao goleiro e aos marcadores para cabecear e mandar para as redes: 2 a 0. Foi o 18º gol do atacante na Serie A, artilheiro da liga à frente de Fabio Quagliarella, que tem 16, assim como Durván Zapata, da Atalanta.

Ronaldo também foi decisivo no terceiro gol, aos 40 minutos. Ele recebeu pelo centro do ataque e rolou para a esquerda, onde Emre Can apareceu e finalizou, cruzado, para marcar 3 a 0 e fechar o placar. Foi a sétima assistência de Ronaldo, líder nesse quesito na Juventus e um atrás do líder da Serie A, Suso, do Milan, que tem 8.

Com 23 jogos disputados, a Juventus chega a 63 pontos, líder com sobras da Serie A, à frente do Napoli, que tem 52, em segundo lugar. A Inter, terceira colocada, está a 20 pontos de distância, com 43 pontos.

Trivela

VOLTAR AO TOPO